Escleroterapia e Aplicação

O que são os vasinhos, varicoses?

As telangectasias ou varicoses são veias superficiais muito finas que se tornaram dilatadas e por isso visíveis. A pré-disposição genética é a principal causa, mas também a presença de varizes internas ( as chamadas veias nutridoras), assim com uso de hormônios e a gestação estão nas causas do seu aparecimento.

Ao surgirem, pode haver um desconforto ou queimação local, mas os vasinhos não evoluem para varizes, nem causam sintomas piores como flebite, trombose ou feridas.

Frequentemente incomodam esteticamente, principalmente nas mulheres de pele mais clara e geram dúvidas sobre a sua gravidade e necessidade de tratamento.

Quais são as principais técnicas de Escleroterapia?

É realizada nos vasos pequenos das pernas e consiste na aplicação do líquido esclerosante (glicose), dentro dos vasos a serem tratados, conforme o plano terapêutico traçado, quantidade, tipo de pele e localização.

Assim como a escleroterapia tradicional , é realizada uma injeção de espuma de ar com medicamentos nos vasos a serem tratados.

A técnica consiste na aplicação de laser transdérmico associado a glicose, sendo a pele resfriada a -32°C. A associação dessas técnicas potencializa o efeito, possibilitando o tratamento de veias mais calibrosas.

Quantas sessões de escleroterapia são necessárias?

Fatores como localização dos vasos, quantidade, tamanho e características destes irão determinar a quantidade de sessões, bem como a melhor técnica a ser utilizada.

Escleroterapia dói?

Uma leve dor e desconforto podem ocorrer no momento da inserção da agulha, da injeção do líquido e do disparo do laser. No entanto, técnicas de resfriamento da pele a -320°C reduzem muito a dor e o desconforto.

Existem efeitos colaterais da escleroterapia?

Após o procedimento, o paciente pode apresentar pequenas bolhas, alergia, manchas escuras (hipercromia), formação de crostas, ardência e coceira por algumas horas, além de pequenos hematomas que podem levar até 15 dias para desaparecerem. 

Quais cuidados devo ter após a escleroterapia?

No dia da sessão, deve-se evitar o uso de cremes hidratantes nas pernas e nos próximos 20 dias evitar exposição ao sol, exercícios físicos intensos e manter-se bem hidratada.

Varizes e vasinhos podem reaparecer?

Pacientes com essas doenças, possuem uma predisposição genética para surgirem novos vasinhos e ou varises. Além da predisposição genética, alguns fatores contribuem para o surgimentos dos vasos doentes como sedentarismo, sobrepeso, má alimentação e outros hábitos prejudiciais à saúde. O acompanhamento periódico com um médico angiologista cirurgião vascular ajuda a prevenir e tratar precocemente as varizes e vasinhos. 

Saiba mais:

Escleroterapia Aplicação de Vasinhos
  • Twitter Escleroterapia
  • Instagram Cirurgia Vascular
  • Facebook Varizes a Laser

Dra. Flávia Tristão - Angiologia e Cirurgia Vascular

Consulta Médico Cirurgião Vasuclar